sexta-feira, 1 de março de 2013

I Love You To The Moon And Back - Capítulo 24

>>>>Leiam as notas finais! <<<<<<

                                                      Capítulo 24


Ok, pode ser – Demi andava de um lado para o outro pelo quarto, pouco mais de um ano havia se passado e o aniversário de Ronan estava se aproximando – não, estátuas de gelo em Los Angeles? Claro que não – repreendeu a pessoa do outro lado da linha – sem arranjo de flores também – completou anotando alguma coisa em um bloquinho – ok, essa parte eu vejo mais tarde, obrigada.
-Problemas? – Joe perguntou se espreguiçando e se apoiando no braço direito enquanto se levantava ainda sonolento.
-Como assim estátuas de gelo nesse calor? – ela riu – e em uma festa infantil, isso não faz sentido.
-Acho que você está exagerando – Joe disse sério e se sentou na cama – é só uma festinha de aniversário, ele nem tem amigos por aqui, acho que devíamos fazer só um bolinho entre a gente.
-Mas ele merece uma festa, Joe, não fizemos nada quando completou três anos.
-Eu sei, eu sei disso, e vamos dar uma super festa quando ele sair de vez da clinica – ele se espreguiçou mais uma vez e se levantou – só acho que agora não é o momento, ele ainda está muito debilitado pelos novos tratamentos e além disso, de que adianta uma festa imensa se não terá tantos convidados?
-Eu só queria alegra-lo – Demi suspirou derrotada e se sentou na beirada da cama – nunca pensei que tivéssemos que apelar para a quimioterapia.
Há duas semanas atrás os médicos perceberam que o câncer de Ronan não regredia com as vacinas e os medicamentos, por isso tiveram que começar os tratamentos mais pesados, ele estava um pouco mais fraco e debilitado, mas nada comparado a luta que estava por vir, e por isso Demi queria dar a festa, queria que ele se alegrasse de alguma forma, mas Joe estava certo, não havia crianças para convidar, seria algo de adulto.
-Nem eu – Joe suspirou e se deitou ao lado dela, apoiando a cabeça em sua perna – isso me assusta.
-A mim também, se eu tivesse uma maneira de tira-lo desse pesadelo por algumas horas e dar a oportunidade de ser criança de novo – fez uma pausa – JÁ SEI – gritou empolgada.
-Que? – Joe perguntou assustado.
-Espera, espera ai.
Demi levantou correndo e pegou o telefone indo para a cozinha, voltou a fazer suas anotações enquanto discava vários números diferentes e mordiscava uma maçã, Joe desceu para perguntar o que ela pretendia fazer mas viu que estava ocupada demais tagarelando ao telefone, foi até a sala e ligou a TV.
-Fico feliz que tenha gostado da ideia – ela disse depois de vários minutos falando com pessoas diferentes – até e pode ficar tranquila, eu vou cuidar de tudo – esperou um pouco até voltar a falar – ok então, um excelente dia para você também, e obrigada mais uma vez.
-Finalmente – Joe disse rindo, Demi andou até ele e se sentou no seu colo – posso saber o que você está aprontando?
“Saiba também sobre o suposto noivado da cantora Demi Lovato” um comercial da TV anunciou e ambos viraram na hora para a tela, a ponto de ver uma montagem de fotos de Demi, no mercado, lanchonete, num jantar com a Selena, em todas um círculo vermelho destacava a aliança, ela respirou fundo.
-Eu não posso mais fazer isso – sussurrou.
-O QUE? – Joe perguntou assustado achando que ela desistiria do casamento.
-Isso – ela disse – mentir para os meus fãs, já faz um ano que eu estou mentindo para eles, sem eles eu não sou nada.
-Você disse que eles entenderiam – ele disse fazendo carinho no rosto dela – eu estou disposto a pagar o preço por você, pode contar quando quiser.
-Eu acho que eu posso fazer isso agora – ela sorriu e deu um selinho nele pegando o celular.
-O que você vai fazer? – ele perguntou confuso.
-Diga x – Demi sorriu e tirou uma foto dos dois – vou postar no meu twitter e responder algumas perguntas sobre nós dois, tudo bem pra você?
-Tudo bem – ele disse e a puxou mais pra perto – quero só ver isso.
-Olha isso – ela riu e mostrou alguns tweets pra ele.
“COMO ASSIM? RT @ddlovato acordar do lado do meu noivo lindo, tem coisa melhor?”
-Não acredito que você colocou essa legenda brega na foto – Joe torceu o nariz.
-A gente só fala coisa brega quando ta apaixonada – ela riu – meu Deus, eles estão loucos.
“ONDE A DEMETRIA CONSEGUIU UM HOMEM DESSE? QUERO UM”
“@ddlovato que fofos, eu amei a notícia, feliz por você”
“@ddlovato obrigada por nos enganar por um ano”
-Eita, acho melhor você falar um pouco sobre nós – Joe disse – eles vão começar a entender tudo errado.
-Ok – Demi respirou fundo e começou a digitar mas parou no meio – tive uma ideia melhor, um vídeo.
-Tem certeza? – Joe perguntou e ela fez que sim com a cabeça ajustando a câmera.
-Oi – começou meio sem graça – eu sei que nada justifica ter mentido pra vocês mas eu tive meus motivos – arrumou a franja e sorriu de leve – eu estou sim noiva, isso faz um ano mais ou menos, mas nós estamos passando por muitas coisas e por isso eu não contei, o nome dele é Joseph e eu to muito feliz, muito mesmo, nunca estive tão bem assim – ela o olhou rapidamente – junto com o amor da minha vida eu ganhei um filho que está quase completando quatro anos, o Ronan é filho do Joe e ele está internado há pouco mais de um ano com leucemia – Demi abaixou a cabeça tentando esconder algumas lágrimas, sempre se emocionava ao falar de Ron – desde o inicio o Joe queria que eu contasse tudo, mas eu quis esconder pra proteger o Ronan dessa bagunça toda que a exposição a mídia traz, mas agora não tem mais o porquê de esconder isso, eu estou feliz, muito feliz mesmo, e gostaria que vocês me perdoassem e me apoiassem, e, acima de tudo, que soubessem por mim, não por um programa de fofoca, então, é isso, muito obrigada, eu amo muito todos vocês, meus lovatics.
Ela postou o vídeo com a legenda “ficarei esperando para responder alguns de vocês” e em minutos depois as mentions não paravam de chegar, respirou aliviada quando viu que a maioria estava apoiando o relacionamento, atualizou a página e viu que “stay strong, Ronan” havia entrado nos assuntos mais comentados do twitter.
-Meu Deus – Joe disse sorrindo – eles são incríveis.
-Eu sei – ela riu e escolheu algumas pessoas para responder, eram perguntas de como eles se conheceram, quantos anos ele tinha, quem era a mãe do Ronan e tudo mais, a cada detalhe que Demi dava os fãs se apaixonavam mais por Joe e a história dos dois, pediram mais fotos deles e Demi postou uma que haviam tirado no hospital no dia anterior, eles estavam deitados na cama de Ronan, os três e o pequeno no meio faziam careta e pareciam muito felizes.
-Pronto? – ele perguntou vendo que, depois de quase uma hora, Demi guardava o celular.
-Pronto – sorriu abertamente – tenho os fãs mais incríveis do mundo.
-Concordo – Joe sorriu – mas o seu fã numero um está nos esperando lá na clinica, estamos atrasados já.
Ele se levantou do sofá pegando-a no colo em um movimento rápido, tomaram banho correndo e foram para a clinica como de costume, passar a tarde com Ron, as tardes que eles passavam eram sempre animadas, em uma delas Demi organizou um sarau com as outras crianças, todos pediam para tirar fotos com ela e autógrafos para seus familiares.
-Tudo de pé? – a diretora da clinica perguntou a Demi quando a viu entrando de mãos dadas com Joe, alguns paparazzi estavam por ali, mas eles não ligaram.
-Tudo certo – Demi riu.
-O que vocês estão aprontando, hein? – Joe perguntou abraçando Demi pela cintura.
-Nada, meu amor, eu não apronto nada – ela respondeu e eles entraram na clinica.
-Ronan Swift Jonas – Joe disse entrando no quarto.
-Não fui eu – Ronan respondeu assustado – eu acho.
-Larga de ser implicante, Joseph – Demi deu um tapa nele – como você se sente hoje, Ron?
-Bem – ele sorriu – to bem.
-Ta chegando seu aniversário, campeão.
-Eu sei – o pequeno forçou um sorriso – eu vou poder sair daqui?
-Até pode – Demi se sentou ao lado dele – mas eu tive a ideia de trazer sua festa pra cá.
-SÉRIO? – ele quase gritou.
-Estátuas de gelo em uma clinica, Demi? – Joe brincou.
-Mas ta chato hoje, hein – ela riu – palhaços, mágicos, pula-pula, cama elástica e mais o que você quiser.
-Ta brincando!? – os olhos de Ronan brilhavam.
-Não mesmo – Demi riu – e pra fechar – ela fez um suspense – um show beneficente meu, da Selena e do Justin.
-Isso é incrível – Joe disse.
-A entrada será um quilo de alimento não perecível, para doação – Demi explicou.
-E onde vai ser isso? – ele perguntou.
-Ai que tá – ela riu – você e os outros pais das crianças vão capinar esse terreno baldio aqui de trás da clinica – ela se levantou – começando depois do almoço, a diretora do hospital já entrou em contato com todos os pais.
-Ah, que ótimo – ele riu irônico.
-Ah, pai, você é forte – Ronan disse empolgado.
-Eu sei – Joe se gabou – mas, Demi, quando os fãs descobrirem esse show, eles vão lotar isso aqui, não vai caber todo mundo.
-Joseph, meu amor, você acha que a sua linda noiva não pensou em tudo? – ela sorriu – terá uma cota de fãs da Selena, meus e do Justin para entrar, eles conseguirão as pulseiras por meio de promoções, os fãs clubes oficiais já estão organizando, cada um com no máximo três acompanhantes, fora eles, o publico serão as crianças daqui e seus familiares, iremos distribuir as pulseiras dois dias antes.
-Então a festa e o show serão no mesmo dia?
-Sim – Demi sorriu orgulhosa de si mesma – na parte da manhã e inicio da tarde, a festa, a partir das sete da noite, o show.
-Uau, devo admitir que eu estou impressionado – Joe riu – e quem vai desmontar toda a parafernália da festa e montar o palco?
-Terá uma equipe pra isso, vocês terão apenas que capinar – ela disse – o palco já vai ficar montado, e alguns brinquedos ficarão montados também, caso as crianças prefiram ficar lá, será como um festival, carrocinha de pipoca, algodão doce, tudo.
-Vai ser o melhor dia da minha vida – Ronan sorriu empolgado – a Eleanor vem?
-Sim – Demi sorriu e Joe olhou pra ela assustado – o que? Já liguei para a sua mãe e ela, Kevin, Dani, Frank e Eleanor chegam depois de amanhã, afinal, o Kevin tem que ajudar a capinar também.
-Isso que eu amo em você – Joe se aproximou – você toma as rédeas da situação e cuida de todos os detalhes.
-Sou eficiente, meu amor – ela jogou o cabelo de forma convencida.
Algumas semanas haviam se passado, Demi e Miley trabalhavam firme para que tudo desse certo, contavam com a ajuda de Dallas que tinha um talento incrível para arrumar eventos, ela não deixava passar nenhum detalhe.
Era uma tarde como outra qualquer exceto pelo fato de que, naquele dia, Demi não tinha ido a clinica, faltava pouco mais de um mês para a festa e ela estava na correria, não queria que nada desse errado, dias antes ela havia ficado sozinha com Ronan pois Joe não aguentou ver enquanto raspavam o cabelo dele, mas isso era inevitável, na verdade, tudo isso, a cada dia ele lutava para vencer a doença, mas tudo parecia ir por água abaixo e todos forçavam que tudo estava bem, pensaram em desistir da festa mas ele estava tão empolgado que simplesmente não puderam adiar.
-Demi? – Joe chamou no telefone e ela respondeu de prontidão – você está muito ocupada? – ele estava arrasado, tudo o sugava, agora ele e Demi revisavam as noites no hospital.
-Não, não muito – mentiu, na verdade, estava ocupada entre as coisas de sua carreira e a festa – pode falar.
-Você pode vir – Joe alertou, seria a vez dela de passar a noite com Ronan.
-Claro, claro – ela fingiu não ter esquecido isso – eu já to indo, um segundo.
Ela correu, estava saindo de um show, foi para casa pegar algumas coisas e dirigiu o mais rápido que pode até a clinica, estacionou e entrou correndo com uma mochila e toda desajeitada.
-Que pressa é essa? – Ronan perguntou, ele brincava no chão com umas tintas e uns apetrechos pra colagem.
-Seu pai que vive me apressando – ela foi até Joe e deu um selinho carinhoso nele que sorriu pra ela – que lindo – ela se aproximou de Ronan e se sentou ao seu lado observando o desenho colorido com umas pedrinhas coladas em volta.
-Gostou? – ele riu simpático – meu pai me ajudou, disse que você adora brilho.
-Seu pai me conhece bem – ela riu.
-Bom, eu vou nessa – Joe se levantou – qualquer coisa, me liga – disse para Demi, ambos sabiam o real significado daquilo.
-Não vai acontecer nada – ela sussurrou e se levantou abraçando-o – vou com você até a porta, se comporte, Ron.
-Pode deixar – o menino riu e voltou a enfeitar seu desenho com as colagens enquanto Joe e Demi saiam do quarto.
-Eu não to suportando isso – Joe desabou no portão da clinica.
-Temos que ser fortes por ele, Joe, já conversamos sobre isso – ela disse segurando o rosto dele entre as mãos – ele vai sair dessa.
-Temos que ser realistas, Demi, ele começou com um tratamento simples e agora está careca e frágil, o que você quer que eu pense? Não está tudo bem, é claro que não – ele se afastou.
-Joe – ela chamou baixo – Deus está no controle de tudo, Ele sabe o que faz, a gente tem que pedir a Ele…
-Deus? Deus? – ele se virou pra ela enxugando as lágrimas – não sei se existe um Deus, Demi, meu filho de quatro anos está morrendo, uma criança, Ele quer me castigar, é isso? Levou a mulher que eu amo e agora ta levando meu filho.
-A mulher que você ama?
-Demi – ele suspirou – sem cena de ciúmes agora, ok?
-Ok, Joseph – ela jogou a chave do carro pra ele e se virou – até amanhã – e correu para dentro da clinica.
-Aconteceu alguma coisa? – Ronan perguntou quando viu Demi entrar com lágrimas nos olhos.
-Não – ela mentiu e voltou a se sentar ao lado dele – sabe do que eu lembrei? Que ainda não escolhemos a foto para colocar no convite da sua festa.
-É verdade – ele parou de desenhar e a encarou.
-Eu pensei nessa – ela pegou o celular e mostrou – o que você acha?
-Eu gosto dessa – ele sorriu – mas eu não to assim, eu to careca – deu de ombros como se isso não fosse nada, aquilo quebrou o coração de Demi.
-Você quer tirar uma foto agora? – ela perguntou.
-Sim, a gente pode? – ele se animou e ela se surpreendeu com o fato dele não ligar em estar careca.
-Claro – ela sorriu, a cada dia aprendia uma nova lição com Ronan – tive uma ideia para a foto ficar mais bonita ainda.
-Qual?
-Assim – ela pegou as pedrinhas e colou pelo rosto dele, algumas pela testa, pegou o chapéu que usava e colocou nele – pronto, está lindo, agora, sorria para a foto – e ela tirou a foto dele, sorridente como na primeira.
-Deixa eu ver – ele pediu empolgado e ela mostrou a foto – eu gostei, prefiro essa.
-Eu também – ela riu.
-To com fome, mãe – ele soltou, sem nenhuma cerimônia, Demi olhou pra ele emocionada, ele nunca havia chamado ela desse jeito, ela sorriu de forma doce e ele a encarou – eu posso te chamar assim? – perguntou vendo que ela não falou nada.
-Claro que pode – ela teve que se esforçar para responder já que um nó apertava a sua garganta e a sufocava – claro que pode, filho – ele sorriu e pulou no colo dela se aconchegando ali – eu vou buscar alguma coisa pra gente jantar, e depois, cama.
Ele fez um biquinho e ela sorriu se levantando, foi até a recepção e pediu o jantar dos dois, quando voltou deu banho nele e se ambos se arrumaram na cama para assistir um filme qualquer, jantaram juntos e no meio do filme Ronan pegou no sono.
Demi se levantou devagar e com cuidado para não acorda-lo, ajeitou o edredom e se sentou na poltrona, estava sem sono, sua vida estava de pernas para o ar, era a musica, entrevistas, noivado, a festa e Ronan, tudo ao mesmo tempo, tudo confuso. Ligou o computador querendo se distrair, pretendia montar o convite e mandar por email para uma amiga que iria imprimir pra ela, já que era dona de uma gráfica, passou a foto para o computador e começou o trabalho, já era de madrugada quando se deu conta de que ainda não sentia nem um pingo de sono e se lembrou que sempre escrevia musicas quando estava com insônia, pegou um caderninho e começou a compor.
Escreveu algumas sobre Joe, outras sobre a sua vida, e até que, sem perceber, começou a escrever uma musica sobre Ronan, as palavras fluíam em sua mente e a melodia era simples, era quase uma poesia, ela estava pondo ali tudo que tinha em seu coração sobre o menino que a conquistou de uma forma arrebatadora, ela olhava para ele, que dormia serenamente, e voltava a escrever a musica até que chegou a um resultado perfeito, sem duvida aquela era a musica mais linda e sincera de todas que já escrevera, só torcia para nunca ter que canta-la um dia, odiava despedidas.

E aí, gente ? Capítulo grandinho esse. Faltam 6 capítulos, estamos na contagem regressiva! E a leitora do mês de fevereiro é a Taynara Miranda! Parabéns, Taynara :)
A contagem pra leitora do mês de março vai começar nesse capítulo. E gente, já tem fic nova por ai :)  Comentários ? xx

Resultado Leitora do Mês!

Gente, o resultado da Leitora do mês está aqui. Tchã, tchã, tchã, tchaãããã....

A leitora é: Taynara Miranda! 

Taynara, entra em contanto comigo lá no twitter, >meu twitter<, lá eu te mando o super spoiler sobre o final da fic, ok ? :)