segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

I Love You To The Moon And Back - Capítulo 4


Capítulo 4

-Onde tem um hotel por aqui? – Selena perguntou um pouco irritada.
-Não temos hotel na cidade, apenas uma pensão – Nick respondeu já que Joe estava pondo seu macacão – terão que ir à cidade vizinha.
-Fica muito longe? – Justin perguntou abraçando Selena por trás.
-Não muito, uma hora ou duas mais ou menos – Nick respondeu.
-E qual é o hotel? – Selena perguntou.
Nick, Miley e Joe riram baixo.
-Nem pensa nisso, não é nenhum internacionalmente conhecido, é o hotel do Seu Luiz, simples mas limpinho – Nick fez uma pausa – não posso dizer o mesmo da pensão, se vocês optarem por ela terão que dividir a cama com baratas e alguns possíveis ratos.
Demi torceu o nariz instantaneamente, rolou os olhos e encarou Justin e Selena.
-O que a gente faz?
-Vamos para o hotel, melhor que nada – Justin disse.
-Na cidade vizinha? Como nós vamos, gênio? – Demi debochou.
-Táxi? – Justin respondeu como se fosse óbvio.
-Não temos táxi aqui, terão que ligar para algum ponto de lá para virem buscar vocês – Miley disse – mas devido ao temporal de segunda-feira as linhas de telefone estão mudas, falaram que irão arrumar amanhã.
-Isso só pode ser um pesadelo – Demi rolou os olhos e apoiou no ônibus – onde já se viu, uma oficina mecânica em uma cidade que nem tem carros direito.
-Se a mocinha não reparou – Joe disse com ar de superior – não há outro caminho para ir para as principais cidades do sul do país que não seja passando por aqui, por isso ganhamos dinheiro – se aproximou dela – se não fosse por nós seu ônibus não seria consertado, gracinha, então pare de reclamar.
-Não me chame de gracinha – ela se irritou.
-Perdão – ele se afastou e sorriu – eu poderia levar vocês.
-SÉRIO? – Demi se levantou.
-Não você, gracinha – ele voltou a sorrir triunfante – você se vira.
-Joe – Miley chamou sua atenção rindo.
-Cara, quebra essa, vai – Justin pediu – a Demi é assim mesmo, ignora, eu te pago se você levar a gente, dou o dinheiro que você quiser.
-Não quero seu dinheiro, mauricinho – Joe se irritou um pouco – e eu estava brincando, não posso levar vocês porque a estrada também está interditada.
-Mas que merda, hein – Demi voltou a se sentar e olhou desesperada para seus amigos – o que a gente faz?
-Eu tenho uma sugestão – Miley sorriu, ela estava olhando Eleanor e Ronan enquanto brincavam com algumas ferramentas que não eram perigosas – tem um quarto de hóspedes lá em casa – encarou Nick, o quarto era de Denise e Paul, mas depois que ele morreu e Denise foi morar com Kevin, ficou desocupado – tem uma cama de casal, vocês podem passar a noite lá, se quiserem, e amanhã a gente dá um jeito de entrar em contato com alguém da equipe, não sei.
-Uma cama de casal? – Demi perguntou – e eu?
-A gente arruma um colchão no chão – Miley disse despreocupadamente – ou no sofá, não sei.
-QUE? – perguntou incrédula e Selena soltou uma gargalhada – cala a boca, Gomez – voltou a encarar Miley – eu não posso dormir no chão, Justin, você dorme no chão.
-Nem pensar – ele respondeu – vou ficar com a minha linda na cama, você fica no chão, Lovato.
-Justin, para de pensar em sexo e se concentra – ela disse.
-Já estou concentrado em dormir com a Selena na cama de casal, você se vira – respondeu.
-Você pode dormir na minha cama se quiser – Joe disse e todos encararam ele, se tocou do que tinha dito e levantou os braços como se não tivesse culpa – eu durmo no sofá ou com o Ronan – completou e Demi respirou fundo.
-Acho que é a minha melhor oferta – ela disse irritada.
-Você achou ele gostoso desde o início – Selena disse e Miley soltou uma gargalhada.
-SELENA – Demi se irritou – eu posso ficar no ônibus? É de turnê, tem tudo aqui dentro.
-Se ninguém tiver usado o banheiro ultimamente, sim – Nick disse – iremos mexer na instalação central e isso pode subir o cheiro do banheiro.
-Justin – Demi rolou os olhos.
-Que? – ele disse – eu falei que comida japonesa não fazia bem.
-Vocês podem ir comigo agora se quiserem – Miley sorriu, pegou Ronan no colo e deu a mão para Eleanor – acho que é isso ou nada.
Demi revirou os olhos e acompanhou Miley contrariada, sendo seguida por Selena e Justin que estavam indiferentes a situação.
-Ê, gostosão – Nick implicou enquanto Joe ia para baixo do ônibus.
-Não enche, cara – ele respondeu rindo – eles não tem motorista não?
-Parece que o almofadinha que dirige – Nick respondeu se referindo a Justin e foi pra dentro do ônibus abrir uma portinha que dava para a parte elétrica – elas gostam de privacidade.
-Elas são mimadas demais, isso sim – Joe disse zombeteiro.
-Mas a Demi te achou gostoso – Nick zoou mais uma vez.
-Cara, não enche – Joe disse, se levantou e entrou no caminhão.
-Você nunca teve ninguém depois dela – Nick falou sério – você é homem, cara, e uma mulher daquela vai dormir no seu quarto hoje e te acha gostoso.
-Não insiste nisso – Joe alertou.
-Joe, isso não é pecado, isso…
-EU AMO A TAYLOR, CARA – ele estourou – é, eu sou homem e tenho minhas – fez uma pausa – necessidades, mas a mulher da minha vida está morta, e só ela me completa, essa Deni, Demi, sei lá, essa garota pode ser linda, sim, ela é linda e atraente pra caramba, mas eu acho que vai além disso, eu não conseguiria.
-Desculpa, irmão – Nick disse e abraçou Joe que chorava um pouco – só acho que você tem que se dar uma chance de ser feliz, você é novo ainda, tem que aproveitar, não to falando que é só sexo – Nick disse – mas se rolar alguma coisa, se permita arriscar.
-Não vai rolar nada, cara, ela é uma patricinha, rica e mimada, uma pop star.
-Joseph – Nick soltou o ar pelo nariz – só deixa rolar, ok? Você merece ser feliz.
-Ok – Joe se rendeu mesmo sabendo que nada aconteceria, ele se virou e ambos voltaram ao trabalho.
No final da tarde eles fecharam tudo e foram a lanchonete comprar coisas para o café, como de costume, chegaram em casa e a mesa já estava arrumada, Justin e Selena estavam sentados no sofá assistindo TV e Demi brincava com Ronan e Eleanor.
-Sentada no chão e rodeada de crianças, quem diria, hein, Demetria – Joe zombou.
-Não sou o monstro que você imagina, Joseph.
-Que bom saber disso – ele zombou e piscou pra ela, sem saber o porquê esse gesto, mesmo que tenha sido totalmente natural, a fez ficar tonta, mexeu com ela de um modo assustador, ela corou e abaixou o olhar imediatamente pra que ninguém percebesse.
-Já que vocês já chegaram, vamos tomar café – Miley sorriu – to morrendo de fome.
Eles se sentaram, como sempre Joe ficou com Ronan no colo, ele contava animadamente como tinha sido o dia, as brincadeiras com Eleanor e tudo mais, Joe prestava atenção em cada palavra, interagia com o filho e se mostrava interessado, Demi olhava aquilo discretamente e estava fascinada com a postura dele como pai,se perguntava onde estava a mãe de Ronan.
-Ele deu trabalho, Miles? – Joe perguntou, todos já haviam terminado de comer e Ronan corria pela casa com Eleanor.
-Claro que não, você sabe que ele é uma criança adorável – Miley sorriu – e a Demi me ajudou com ele, eles se deram bem.
-Nem pensa nisso – Joe disse ao perceber o tom de voz da amiga – vou pra casa, vamos, Ronan?
-Uhum – ele levantou e correu até seu pai que o pegou no colo.
-Já decidiu onde vai ficar? Eu to indo agora pra casa e não volto aqui – Joe disse para Demi.
-Nossa, que autoritário – ela rolou os olhos – não quebrem a cama – ela olhou para Justin e Selena.
-Eles não vão – Nick se enfureceu com a ideia de ter isso na sua casa.
-Relaxa, cara – Justin disse e Demi riu, foi a ultima coisa que ela ouviu antes de fechar a porta e sair com Joseph e Ronan, odiava essa proximidade com ele, apenas o cheiro dele a deixava nas nuvens, e ela não sabia explicar o porquê.