domingo, 13 de janeiro de 2013

I Love You To The Moon And Back - Capítulo 3


Capítulo 3

Joe estava envolvido em seu sono naquela cinzenta manhã de quarta-feira, dormia pesadamente, chegava a roncar as vezes, já estava claro lá fora mas as pesadas cortinas não permitiam que a luz entrasse, estava com apenas uma bermuda, de bruços e por incrível que pareça sentia calor, mesmo que estivesse um pouco nublado.
Aos poucos foi sentindo um peso sobre si sendo obrigado a acordar lentamente resmungando e se virando de barriga para cima, abriu os olhos e meio sonolento encontrou um par de olhos bem azuis o encarando.
-Bom dia, papai – Ronan sorriu gentilmente – to com fome – fez uma careta e coçou os olhos em um gesto infantil, Joe não pode deixar de sorrir, abriu os braços e o pequeno se aconchegou neles se cobrindo logo em seguida.
-Por que você acorda tão cedo, hein, carinha? – Joe zombou.
-Não tá cedo, papai, já tem sol lá fora – respondeu Ronan com certa dificuldade, ainda se embolava em algumas palavras, mas a esperteza que tinha de falar sobre qualquer assunto como se fosse um adulto encantava a todos.
-Sol? – Joe perguntou – hoje está fazendo sol?
-Não muito – Ronan respondeu cabisbaixo – ainda vou ter que esperar mais para você me levar na praia.
-Mas pelo menos o tempo está melhorando, né – Joe beijou o topo da cabeça do filho, cabelos loiros, olhos azuis, ele olhava para Ronan e se lembrava de Taylor, era inevitável – iremos a praia mais rápido que você perceba – o pequeno sorriu ao mesmo tempo que sua barriga roncou – agora vamos comer – Joe levantou.
Eles foram juntos para cozinha, Ronan ainda usava seu pijama azul marinho de guitarra, elas brilhavam no escuro, ele simplesmente amava aquele pijama, as mangas estavam um pouco grande, mas o menino se recusava a usar qualquer outro, era apenas aquele, e sua pantufa do Relâmpago McQueen que o fazia andar de forma engraçada.
-Misto quente ou panqueca? – Joe perguntou.
-Misto quente – o menino respondeu trocando um pouco as sílabas devido a pouca idade, falando “tente”.
-Quente, filho – Joe repetiu algumas vezes o fonema “ke”.
-“Tente” – Ronan respondeu inocentemente e Joe riu.
Voltou a preparar os sanduíches enquanto o pequeno sentou na cadeira e apoiou a cabeça no braço se distraindo com os dedos como se fossem bonecos, depois de alguns minutos os dois já estavam satisfeitos.
-Agora vamos tomar um banho – Joe pegou o pequeno no colo mas alguém bateu na porta – entra – ele gritou e Nick entrou correndo.
-Serviço grande e complicado na oficina – disse – sei que seu turno hoje é só a tarde mas eu preciso de você.
-To indo, só vou tomar banho e dar banho no Ronan.
Nick concordou com a cabeça e saiu, Joe tomou um banho rápido e deu banho em Ronan logo em seguida, arrumou-o com uma calça de moletom cinza, uma sandália e um casaco também de moletom azul marinho, ele vestiu uma regata branca bem colada ao corpo e uma calça jeans, colocaria o macacão de trabalho por cima, pegou o menino no colo e foi para a oficina.
-Chamei a Miley pra ficar com o Ronan mas ela não atendeu – ele disse assim que entrou na loja.
-Ela foi na padaria, já está voltando – Nick respondeu enquanto encarava algumas ferramentas escolhendo a melhor para ser usada.
-Qual é o grande serviço? – Joe perguntou e nesse momento vozes femininas invadiram o lugar.
-Nem celular pega nesse fim de mundo, que raiva – a primeira menina disse irritada.
-Calma, amiga, respira, vai dar tudo certo – a segunda respondeu.
-Tudo certo? Foi sua ideia de visitar cada cantinho do país – a primeira voltou a falar com um tom debochado – agora a droga do ônibus quebra no pior lugar do mundo.
-Nem é tão ruim- Joe disse sorrindo – temos uma lanchonete muito boa do outro lado da rua.
-Já vimos – a menina mais magrinha e de cabelos escuros respondeu secamente enquanto sua amiga olhava intensamente para Joe.
-Que homem – a menina loira de franjinha soltou baixo – qual é o seu nome?
-Joseph – ele respondeu e estendeu a mão para cumprimenta-las mas elas o encararam com nojo – eu acabei de tomar banho e ainda não to fedendo a graxa, aproveitem.
-Percebi – a loira cochichou enquanto encarava o cabelo molhado e levemente bagunçado do rapaz, sexy, pensou , estendeu a mão e apertou ainda ressabiada – e quem é a gracinha no seu colo?
-Meu filho, Ronan – ele responeu.
-Olá, lindinho – a morena disse sorrindo, amava crianças.
-Eu conheço vocês – Ronan disse.
-Tonheço? – a menina torceu o nariz.
-Ele tem uma pequena dificuldade na fala – Joe explicou – conhece de onde, filho?
-Da TV, pai – ele respondeu com toda sua inocência infantil – hoje mais cedo passou uma reportagem sobre elas.
Joe encarou as duas meninas  a sua frente, elas estavam extremamente bem vestidas e eram lindas, a morena trazia um rosto quase infantil, tinha traços simples e encantadores, parecia uma criança, mas a loira fazia a linha mulherão, tinha um corpo que ele não pode deixar de olhar discretamente, o sorriso era lindo, sem dúvida o que mais chamava a atenção nela, o furinho no queixo a deixava ainda mais sensual, ele balançou a cabeça negativamente tentando espantar os pensamentos e se lembrar de onde as conhecia.
“A pop star Demi Lovato acaba de confirmar uma turnê de verão com sua melhor amiga, a também cantora Selena Gomez, as duas afirmaram que planejam isso há anos e que esse é um excelente momento em suas carreiras…”
-Essa Demi Lovato é gata – Nick disse olhando o guia de programação.
A lembrança veio como um flash em sua cabeça,embora ele tenha visto essa reportagem há dois anos e meio atrás ele se lembrou rapidamente.
-Claro, eu me lembro – Joe disse – Selena Gomez e – fez uma pausa tentando lembrar – Deni, Demi?
-Demi – ela respondeu meio ofendida por ele não ter se lembrado – Demetria pra você.
-Claro – ele respondeu sério – vocês ainda estão em turnê?
-Sim – Selena respondeu – tivemos que adia-la por um ano, mas estamos na estrada já tem um bom tempo.
Joe sorriu em resposta, não tinha muito o que falar, vozes romperam a oficina mais uma vez.
-Você é muito linda, Eleanor – um rapaz dizia – muito mesmo.
Eles puderam ver a pequena se esconder no pescoço da mãe.
-Ela é meio tímida assim mesmo, mas depois se solta – Miley respondeu e Selena olhou a cena enciumada.
-Finalmente, Justin – disse tentando chamar a atenção, Miley apenas a encarou e foi até Nick depositando um selinho meigo nele mostrando que não estava interessada em Justin, Demi e Joe riram da cena.
-A lanchonete do outro lado da rua é boa, não tinha ninguém, só tive que tirar foto com a garçonete – ele levantou as sacolas – trouxe nosso café e almoço.
-Almoço? – Demi perguntou – espero estar bem longe daqui antes de meio dia.
-Sinto lhe informar, Senhorita – Nick clareou a garganta com um pigarro – mas o problema do seu ônibus não é tão simples assim.
-Não – Demi soltou irritada – quanto tempo?
-Uma semana ou mais – ele respondeu e ela quase fez um escândalo, não acreditava que ficaria presa naquela cidade por tanto tempo, rolou os olhos e respirou fundo, nada mais podia ser feito.

E aí ? O que vocês estão achando da fic, gente ? Comenteeeeem!