sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

I Love You To The Moon And Back - Capítulo 2


Capítulo 2

A família Jonas tinha o costume de almoçar junta aos domingos, e naquele ensolarado domingo não seria diferente, Miley preparava o almoço com a ajuda de Denise e Danielle, enquanto Nick e Kevin conversavam animadamente sobre esportes e coisas do tipo.
-FRANKIE, OLHA A ELEANOR AÍ – Denise gritou vendo que seu filho mais novo pedalava rapidamente pelo quintal e sua neta estava perseguindo-o.
-Ela é chata demais – o menino torceu o nariz – não me deixa sozinho, fica andando atrás de mim.
-Ela quer brincar com você, Frankie – Dani sorriu e pegou Eleanor no colo – ela é pequenininha ainda, quer um amigo.
Frankie bufou e voltou a correr com sua bicicleta enquanto Dani voltava para perto de Miley e Denise com a bebê no colo.
-Falando em um amigo para Eleanor, onde está Joseph?
-Ele saiu na sexta feira para registrar o menino, foi até a cidade vizinha, mas a chuva o impediu de voltar ontem, já deve estar chegando por aí – Miley explicou sem tirar o olho da receita que preparava.
Joe teria que resolver assuntos na cidade ao lado da deles e aproveitou para registrar o filho lá, porém no fim da tarde e durante todo o sábado caiu um temporal que interditou a estrada obrigando-o a vir apenas no domingo de manhã.
-Acho que o Joe chegou – Frankie gritou animado, ele era o único que não conhecia seu sobrinho.
-Família – Joe sorriu, abraçou os irmãos, falou com todos e colocou o bebê conforto na mesa.
-Agora meu neto existe legalmente? – Denise brincou.
-Diz pra eles, filho – Joe sorriu – Ronan Swift Jonas – não conseguiu conter uma lágrima.
-Joe – Denise alertou triste.
-É o primeiro domingo que a gente almoça junto e ela não está, mãe – ele começou a chorar – eu não sei se – não conseguiu terminar a frase, se virou e foi pra casa.
-Eu vou falar com ele – Nick disse e correu atrás do irmão – Joe – chamou – Joe, espera aí.
-Nick, eu não quero conversar com ninguém.
-Eu sei que você quer – Nick travou a porta com o pé no momento que Joe tentou fechá-la – não faz bem ficar guardando isso, cara, eu sou seu irmão e to aqui pra te ajudar, nem que seja só pra te ver chorar como uma garotinha.
Joe não pode deixar de sorrir, ele e Nick brigavam quando pequenos, mas desde que seu pai morreu e eles tiveram que assumir a oficina eles se aproximaram, fora Joe que apresentara Miley a seu irmão, ela era sua melhor amiga na escola e ele sempre soube que Nick se casaria com ela.
-Eu não vou conseguir sem ela – Joe chorava, estava sentado no sofá com os cotovelos apoiados no joelho, escondia o rosto nas mãos, Nick estava ao seu lado encarando vazio, ouvindo atentamente – eu sei que já vai fazer quatro meses mas eu sinto como se não fizesse sentido sem ela aqui, eu perdi meu porto seguro, eu perdi a dona do meu sorriso, Nick, eu perdi meu coração, quando o médico disse que estava tudo bem com ele foi um alívio, mas quando ele completou dizendo que ela não tinha resistido ao parto foi como se eu também tivesse morrido, eu sei que Ronan precisa de mim mas eu tenho medo de não dar conta porque ela me faz muita falta.
-Você é um pai incrível, Joe – Nick respondeu sereno – você sabe que consegue, não só por você ou por Ronan, mas por ela também, tenho certeza de que a Taylor estaria muito orgulhosa se visse o quanto você está se empenhando, e mais, seu filho se orgulhará de ter você como pai – ele respirou fundo – você sabe que pode contar com a gente, é difícil mas não se sinta sozinho, estaremos sempre aqui por você.
-Eu sei – Joe levantou o olhar e encarou uma foto de Taylor, foi tirada no dia em que ela descobriu a gravidez, ela estava radiante na foto, sorria como nunca, Nick acompanhou o olhar do irmão e sorriu também.
-É assim que devemos nos lembrar dela – disse – uma guerreira que deu a vida para seu príncipe nascer – Nick ficou sério – lembra quando o papai morreu e você foi me consolar dizendo que pra tudo tinha um propósito? – Joe afirmou com a cabeça e Nick continuou – então, pode ter certeza que ela é o anjo mais lindo do céu agora, e isso tudo aconteceu por um motivo, Deus sabe o que faz, não duvide dEle nunca.
Eles se abraçaram e Joe sussurrou um agradecimento, depois de se recompor eles voltaram juntos para o quintal onde a grande mesa já estava posta, Miley dava comida para Eleanor enquanto Denise e Dani tentavam acalmar Ronan.
-Tá tudo bem? – Denise perguntou assim que viu os filhos entrando no quintal.
-Sim – Joe sorriu fraco – tá na hora dele mamar, né?!
-Ele já está impaciente.
-Vou pegar a mamadeira, só um segundo.
Joe entregou a mamadeira para sua mãe e aproveitou para almoçar, o dia passou rápido, no final da tarde Kevin, Dani, Frankie e Denise foram para casa, Miley e Nick arrumavam o quintal enquanto Joe brincava com Eleanor.
-Acho que sua filha é superdotada – Joe disse enquanto observava a bebê brincar com bloquinhos de montar – ela acabou de fazer um ano e acho que o que ela tá fazendo ali faz algum sentido.
-É quase uma obra de arte empilhar esses bloquinhos – Miley debochou – ela tá fazendo o que crianças da idade dela costumam fazer, é natural.
-Ele já está agindo como pai coruja – Nick debochou – vai aumentar tudo que o Ronan fizer, eu tenho certeza.
-Vocês são muito chatos, se merecem – Joe implicou – eu vou pra casa descansar.
-Fica pra jantar com a gente, sobrou muita coisa – Miley convidou.
-Vou aceitar porque to com muita preguiça de cozinhar hoje – ele se levantou e pegou o bebê conforto de cima da mesa e eles entraram para jantar.
-Só vou esquentar a comida, um minuto – Miley disse e foi para a cozinha deixando Nick, Joe, Eleanor e Ronan assistindo TV.
-Odeio quando isso acontece – Nick resmungou se sentando com a filha no colo – ligo a TV e está em canal de fofoca de celebridade e reality shows de casais em crise – debochou e começou a procurar o controle para mudar de canal.
“A pop star Demi Lovato acaba de confirmar uma turnê de verão com sua melhor amiga, a também cantora Selena Gomez, as duas afirmaram que planejam isso há anos e que esse é um excelente momento em suas carreiras…”
-Essa Demi Lovato é gata – Nick disse olhando o guia de programação.
-Eu ouvi isso, Nicholas – Miley gritou da cozinha.
-Não tem porque se preocupar, meu amor, não com a Demi, eu prefiro a Selena – Nick zombou.
-É mesmo? – Miley perguntou em tom provocativo entrando na sala – eu também prefiro o namoradinho dela, o Bieber.
-Sério? Achei que você gostasse de homens de verdade – Nick forçou o braço mostrando os músculos.
-É, entre você e ele eu prefiro você – Miley mordeu o lábio inferior – mas não prometo se tiver que escolher entre você e aquele australiano, alto e musculoso que faz aquele filme que assistimos ontem.
-Ah, é, Miley? Vai me trocar por um loirinho qualquer?
-Ele não é um qualquer – ela riu.
-Vocês são irritantes demais – Joe riu.
“Queremos percorrer o país todo, cada cantinho” Demi explicava. “Queremos conhecer a fundo nossos fãs”, Selena completou.
-Eu não conhecia essas duas aí – Joe disse – mas a tal da Demi é mais gata, cara, você não sabe escolher mulher.
-Vai se ferrar, Joseph, foi você que me apresentou a ele, “melhor amigo” – Miley debochou tacando o pano de prato nele – já esquentei a comida, podem vir jantar.
Mais tarde Joe se despediu de sua família e foi para a casa, ainda não estava totalmente acostumado com isso mas sabia que seria assim dali para a frente.
-Eu e você, garoto – ele disse baixo colocando seu filho no berço – pra sempre.