quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Então, galera, quem quiser que eu avise quando a fic for atualizada, deixa o e-mail ou twitter aqui que eu aviso :D
Vou deixar aqui o meu twitter, e o da Larissa. Segue a gente lá (:
- Twitter
Carolina
Larissa

Everything Has Changed - Capítulo 51


Capítulo 51

Miley apenas revirou os olhos e saiu do camarote junto com Demi, elas andaram por alguns corredores até que os gritos do público lá fora ficassem bem baixos, paredes grossas abafavam o som, mas mesmo assim ainda se podia ouvir alguns gritos, Demi apenas imaginava como seria incrível quando fosse a vez dela.
Perdida em seus pensamentos, ela não percebeu que Miley entrou em uma posta no final do corredor, ela entrou e deu de cara com Frankie deitado em um sofá devorando um pacote de biscoito, Miley já estava em um outro sofá mexendo no celular, e Ashley saiu, ainda emburrada, de uma outra porta.
-Se os lindos não repararam, eu não estou acostumada a isso – Demi disse rindo e se sentando no sofá em que Frankie estava, apoiando a cabeça do menino em seu colo.
-Isso é um camarim – Miley disse rindo.
-Isso eu percebi – Demi ironizou – eu quero saber o que a gente ta fazendo aqui.
-Os meninos vão vir pra cá daqui a pouco, daí a gente da o prejuízo de acabar com essa comida, eles atendem algumas garotas riquinhas e com influencias o suficiente pra estarem aqui, daí a gente vai embora – Frankie explicou sem dar importância.
-Corrigindo – Miley disse sem tirar os olhos do celular – o Frankie acaba com a comida, a gente leva ele em casa, e vamos a uma festa depois, comemorar.
-Comemorar o que? – Demi perguntou confusa.
-A vida – Miley suspirou – ah, na verdade não tem desculpa, eu só to precisando dançar a noite toda, é raro quando eu tenho tempo pra isso, e hoje eu quero aproveitar – ela riu.
-Você pode me deixar em casa antes? – Demi perguntou – eu ainda não descansei nada da viagem.
Elas se encararam por alguns segundos, Miley sabia que, na verdade, Demi não queria ficar em uma boate com Joe e Ashley, por mais que ela tentasse ignorar, ela ainda não estava pronta para vê-los dançando e se divertindo juntos.
-Tudo bem – Miley suspirou e Ashley soltou uma risadinha, Miley iria responder mas a porta do camarim se abriu e os meninos entraram pulando.
-Esse show foi demais – Kevin disse pegando uma toalhinha branca em uma pilha com várias outras e secando o suor.
-Com certeza – Ashley disse se levantando e beijando Joe bem ali, Demi desviou o olhar e puxou um assunto qualquer com Frankie.
Joe achou estranho ela não mencionar nada sobre a musica, mas ignorou, depois de atenderem algumas fãs, eles se jogaram no tapete felpudo que tinha em frente aos sofás e pegaram algumas frutas.
-E então, o que a gente vai fazer? – Joe perguntou mordendo uma maçã.
-Não é possível que vocês não se cansam – Kevin brincou e se levantou – eu to indo pra casa, um bom banho, filme, e a minha esposa linda me esperando, tchau pra vocês.
-A gente pode ir naquela boate que a gente foi no aniversario do Joe – Miley disse assim que Kevin saiu.
-É uma ótima – Joe se levantou empolgado.
-Quem vai me levar em casa? – Frankie perguntou sonolento.
-Eu levo – Miley disse – eu levo você, deixo a Demi, e encontro vocês lá, pode ser?
-Ué, a Demi não vai? – Nick perguntou antes que Joe perguntasse e acabasse com a noite brigando com Ashley.
-Não, eu ainda não descansei desde que cheguei aqui, e se não arrumar meu quarto, minha mãe me mata – Demi explicou com um sorriso fraco no rosto.
Nick deu de ombros lamentando e eles saíram pelo portão dos fundos da casa de show.
Miley parou na porta da frente da casa de Demi, depois de deixar Frankie, e encarou a menina.
-Que? – Demi perguntou assustada com o olhar da amiga.
-Eu realmente achei que você fosse mais esperta, Demetria – Miley disse inconformada enquanto Demi só a olhava confusa – você está se saindo muito bem até então, mas agora ta deixando escapar uma boa chance de dar o troco no Joe.
-Oi? – Demi perguntou ainda confusa.
-SE VOCÊ QUER FICAR EM CASA SE LAMENTANDO ENQUANTO PODE IR LÁ E DANÇAR MUITO NA FRENTE DELE MOSTRANDO QUE ELE PERDEU TUDO ISSO E QUE AGORA TEM UM RETÂNGULO NAS MÃOS, TUDO BEM, PODE IR EM FRENTE, SÓ NÃO DIGA QUE EU NÃO AVISEI.
Demi olhou pra Miley assustada, elas se encararam por um tempo até que Demi sorriu.
-Vamos dançar muito essa noite?
Miley abriu um sorriso ainda maior.
-COM CERTEZA.
Elas chegaram na boate e entraram pelos fundos, o lugar era dividido em ambientes e apenas pessoas influentes o frequentava, Nick, Joe e Ashley estavam no andar de cima, em uma área reservada com uma vista ampla para a pista de dança.
-Ei, pessoas lindas – Miley disse indo abraçar Nick.
-Demi – ele exclamou – Miley, seu poder de persuasão me assusta.
-Agora que eu me toquei que eu vou ficar de vela, que agradável – Demi debochou.
-Daqui a pouco você arruma um ai pra você – Miley disse e Demi apenas riu.
Seu celular apitou em sua mão e abriu a mensagem.
“Muita coisa aconteceu na minha vida, Demi, ta tudo dando certo, é uma pena que você não esteja por aqui por LA mais, a agência me mandou pra cá por um tempo, no momento estou em uma mega balada comemorando meu mais novo trabalho, finalmente me achei. To morrendo de saudades, te amo, Alex”
Demi sorriu boba, ela sentia muita falta dele, correu para responder.
“Jura que você está em LA? Eu to morando aqui agora, e é definitivo, acho que consegui um ótimo contrato em uma grande gravadora. Por curiosidade, em que boate vocês tá?”
Ela esperou a resposta impaciente, quantas boates existiam em LA? Umas vinte pelo menos naquele quarteirão, mas ela tinha esperança de encontra-lo ali, seu celular tocou de novo e ela sorriu e soltou um gritinho.
-Que foi, mulher? – Miley perguntou.
Demi ignorou e respondeu Alex.
“Confia em mim?”
“De olhos fechados” – ele respondeu a mensagem
“Então vai para o centro da pista de dança” – Demi digitou e olhou pra Miley – beijo, amiga.
-Espera, pra onde… – Miley perguntou mas Demi desceu as escadas em direção a pista de dança.
Miley e Nick se debruçaram na grade e procuraram Demi na confusão da pista de dança, reconheceram ela se aproximando de um garoto bem no centro da pista.
-A Demi não perde tempo – Miley disse rindo, isso fez com que Joe olhasse também e trincasse a mandíbula com o que viu.
Demi chamou o menino encostando em seu ombro, assim que ele virou, ela pulou no colo dele o abraçando com força, era ele, seu amigo, seu primeiro namorado, seu primeiro amor, era como estar em casa.

Everything Has Changed - Capítulo 50


Capítulo 50

Miley se sentou na poltrona ao lado de Demi, Frankie estava do outro lado, e Ashley estava na última poltrona, durante o show de abertura Miley não ficava quieta, dizia como o show deles era bom, que as musicas novas estavam maravilhosas e como a banda era boa.
-Com licença – a voz de Ashley sobressaiu a de Miley por ser tão fina – eu vou ao banheiro.
-Ninguém se importa – Frankie disse bravo.
-FRANKLIN – Demi chamou a atenção do garoto e ele afundou na poltrona e cruzou os braços – peça desculpas.
-Tudo bem, é – Ashley fez uma pausa, ela sabia que era Demi, mas não queria chamá-la pelo apelido.
-Demetria – Demi disse encarando ela.
Ashley saiu do camarote e Demi encarou Frankie brava.
-Você nunca foi de fazer essas coisas, Frankie – ela disse séria – o que houve?
-Essa menina é um saco – ele bufou.
-Concordo com você – Miley disse rindo e trocando um aperto de mão com ele, Demi se perguntava quando foi que eles se tornaram tão amigos.
-Mesmo assim – Demi respirou fundo tentando ignorar isso – você tem que ser educado.
-Com ela não dá – ele respondeu como se parecesse óbvio e se levantou – ain, Joey, jantar em família? Qual é, temos aquela festa pra ir, todos estarão lá – ele imitava a voz de Ashley de uma forma tão perfeita, que se Demi não estivesse vendo aquilo, diria que era a própria falando – baseball com seus irmãos? NEM PENSAR – nesse momento ele colocou as mãos na testa e revirou os olhos – você prometeu que iria ficar comigo, nós nunca temos tempo pra gente, que saco, é sempre assim – ele voltou a encarar Demi, Miley se contorcia de rir na poltrona – ela manipula o Joe, e ele não percebe, nunca mais a gente passou um tempo junto, ele só que ficar com a Trashley – revirou os olhos.
-Trashley? – Miley perguntou e gargalhou mais alto – você é demais, Frankie.
-Seu irmão gosta dela, Frankie – Demi disse tentando não se mostrar abalada com aquilo – você tem que apoiá-lo, independente dela ter uma voz chata e fazer drama o tempo todo, tem que entender que ele está feliz.
-Ele não está – Frankie suspirou e voltou para a poltrona – eu conheço o Joe, ele não ama a Ashley, ele fica com ela por obrigação, eu sei disso, qualquer um sabe disso, acho que até ela sabe.
Demi ia respondê-lo mas a banda dos meninos já estava formada no palco, a abertura começou quase no mesmo instante em que Ashley entrou na sala e tomou seu lugar de antes, na poltrona mais afastada possível, Miley e Frankie tentavam prender o riso, então se forçaram a prestar a atenção no show para esquecer o que tinha acontecido.
No meio do show Miley e Frankie se levantaram e começaram a dançar e cantar junto com os meninos, eles pulavam de mãos dadas e faziam danças esquisitas, faltavam só três musicas para o show acabar quando Joe cochichou algo para Nick e voltou para o centro do palco.
-Boa noite a todos – Joe disse e a multidão começou a gritar, ele esperou para que se acalmassem um pouco antes de prosseguir – bem, isso aqui é incrível, lançamos o CD há tão pouco tempo e vocês já sabem todas as musicas – ele riu fraco e olhou para Nick e para Kevin, que apenas concordaram com a cabeça, em um sinal para ele prosseguir o que estava falando – bem, eu queria cantar uma inédita essa noite – nesse momento o público começou a gritar mais ainda – por favor, gente, me escuta primeiro – ele disse em um tom de brincadeira e as pessoas se acalmaram um pouco – é uma musica muito pessoal, ela iria entrar no CD mas por alguns motivos ficou de fora – ele explicou e olhou de relance para o camarote, mas apenas Miley e Frankie estavam pendurados na parede de vidro – enfim, essa musica é muito importante pra mim e eu quero que uma pessoa saiba que eu a amo muito, ela é uma grande – ele fez uma pausa – amiga e está aqui essa noite, as coisas tomaram esse rumo e eu realmente sinto muito, mas eu quero que você saiba que eu não mudaria nada em você, porque você é perfeita pra mim.
Ele fez um sinal e uma introdução conhecida começou, Demi deu um pulo da poltrona e parou ao lado de Miley, Ashley levantou sorrindo, provavelmente achando que era pra ela, mas logo percebeu que Joe encarava Demi, não dava pra vê-la nitidamente, mas ele sorria só de saber que ela tinha entendido a intenção daquilo tudo.
-Você conhece essa? – Frankie perguntou para Miley.
-Não, mas acho que a alguém conhece – ela apontou pra Demi, lágrimas caiam livremente pelo seu rosto enquanto ela cantava baixinho junto com ele.
Joe cantou apenas a sua parte da musica e assim que acabou, os músicos emendaram com uma outra canção, Demi sorriu e olhou para o lado encontrando uma Ashley confusa.
-Ele fez isso pra você? – ela perguntou visivelmente irritada.
-Ué, pergunta pra ele depois – Demi deu de ombros e voltou a se sentar ainda com um sorrisinho no rosto.
-Que musica é essa? – Ashley perguntou de braços cruzados – ninguém conhecia, só vocês.
-Essa musica é minha – Demi disse sem dar importância, Ashley ficou ainda mais brava com o tom indiferente na voz dela – eu escrevi e liberei para eles colocarem no CD.
-Mas eles não colocaram – Ashley rebateu ficando cada vez mais irritada – por que cantar isso agora?
-QUE SACO – Demi estourou – eu-não-sei – ela disse pausadamente respirando para não sair do sério – não sou o Joe pra saber os motivos disso, pergunta pra ele, resolve com ele depois, agora para de me culpar por ele te chamar pelo meu nome, por ele me olhar daquele jeito e por ele cantar a nossa musica pra mim, para de tirar satisfações COMIGO pelos atos DELE e age pra não perder o SEU namorado, ele ta com você, e não comigo, então, para com essas atitudes infantis e valoriza isso, antes que seja tarde.
-O que você quer dizer com isso? – Ashley perguntou visivelmente abalada, Miley e Frankie olhavam tudo assustados, nunca tinham visto Demi daquele jeito.
-Eu quero dizer que o Joe é uma pessoa especial demais, e a minha felicidade depende da dele, o que a gente teve, o que a gente sente um pelo outro é algo inexplicável, mas isso não muda o fato de que ele está com você, então, Ashley, se você pretende manter as coisas assim, para de se comportar desse jeito, seu egoísmo, seu ciúme excessivo e suas infantilidades estão fazendo o Joe desistir de você.
-Puf – Ashley arfou recobrando a postura de durona, mesmo no fundo ela sabendo que Demi estava falando a verdade, as duas estavam de pé, frente a frente – e o que eu devo fazer, sabe tudo? – ela debochou, era pra ser uma pergunta retórica, mas ela se surpreendeu quando Demi começou a responder.
-TENTE - Demi deu ênfase a essa palavra – ser melhor pra ele do que eu fui – ela deu uma piscadinha deixando Ashley completamente desnorteada e com raiva, voltou a se sentar com um sorriso no rosto, Miley soltou uma gargalhada despertando um olhar mortal de Ashley, que simplesmente pegou suas coisas e saiu do camarote com passos firmes.
-Ual, Demetria, que isso, hein?! – Miley disse rindo – não conhecia esse seu lado, achei que eu fosse a barraqueira.
-Essa garota precisa acordar – Demi disse rindo também – ela vai acabar perdendo o Joe.
-Isso seria bom pra você, não seria? – Miley perguntou sem entender o raciocínio de Demi.
-Em partes – ela sorriu – mas se é ela que ele quer, eu vou apoiá-lo.
-Ele não quer ela – Frankie disse impaciente – por que ninguém me escuta? – ele saiu do camarote emburrado.
-Ele está certo, Demi – Miley disse se levantando, já que o show já estava acabando – você sabe muito bem o que o Joe quer, ou melhor, QUEM ele quer.
-Eu vou esperar ele se decidir – ela se levantou também e seguiu a amiga – é claro que eu não quero ver o Joe triste – ela suspirou – mas ver a Ashley sofrer também não é nada justo, então, eles que se entendam.

Everything Has Changed - Capítulo 49


Capítulo 49

-Ei, Terra chamando – Miley debochou.
-Presta a atenção no transito, Miley.
-Nossa, Demetria – Miley riu – ei – ela chamou – supera, tá?
-Eu não consigo – Demi bufou com raiva de si mesma por não conseguir esquecer Joe – ele fica cada vez mais lindo, mais irresistível.
-Não acho não – Miley disse rindo – você tem que esquecer, ele não te merece, agora então, e você se saiu tão bem lá.
-Uhum – Demi debochou – imaginando uma camisa de força pra não atacá-lo.
-Ai, Demi – Miley suspirou enquanto estacionava em frente a nova casa da amiga – vai fazer alguma coisa a noite?
-Não meu amor – Demi disse irônica – mas você não faz meu tipo.
-Cala a boca – elas riram – o Nick me chamou pra ir no show deles hoje, vamos?
-Hm, ver o Joe cantando – Demi riu sem humor – tentador.
-Demi, por favor – Miley fez voz de criança – vai comigo.
-Miley – Demi encarou a amiga séria, mas ela fazia um biquinho de criança – tá.
-EBA – Miley comemorou batendo palmas – venho te pegar mais tarde.
-Ok.
Elas se despediram e Demi entrou correndo em casa com o contrato nas mãos, seus pais prometeram estudar tudo no dia seguinte com um bom advogado, como já estava em cima da hora do show, ela correu para tomar banho e se arrumar, quando saiu do banho viu uma mensagem de Miley.
“Use umas das roupas que eu comprei pra você, senhorita, haha, daqui a pouco passo aí, beijos”
Demi deu uma olhada nas roupas, todas lindas, como estava calor, ela optou por um shortinho básico, uma camiseta rosa com uma bata por cima, maquiagem bem clara e o cabelo solto, sorriu vendo o resultado ao mesmo tempo em que sua mãe entrou em seu quarto.
-Pretende arrumar isso aqui quando? – Dianna perguntou vendo as malas espalhadas pelo chão.
-Quando eu tiver um tempinho – Demi sorriu.
-Acho bom – elas riram juntas – a Miley já está ai, não quis subir, disse que está atrasada – Demi pegou seu celular e foi em direção a sala – vocês estão sempre com pressa.
-Beijos, mãe, te amo – ela disse pegando as chaves.
-NOSSA – Miley quase gritou quando Demi entrou no carro.
-Que? – ela perguntou confusa.
-Você quer matar o Joe?
-Não me lembra que eu to indo para o show dele, ok? – Demi disse com raiva – o que eu não faço por você, hein?!
-Que fofinha, gente –Miley debochou dando partida no carro.
Quando elas chegaram, passaram por um portão que havia atrás da casa de show, elas ficariam em um camarote vip ao lado direito do palco, um pouco mais no alto, com uma parede de vidro e poltronas vermelhas.
-Nossa, até coquetel – Demi debochou da mesa que estava no canto com um amplo bufê.
-Seus show também serão assim – Miley encarou a comida, a porta se abriu e alguém correu para abraçar Demi.
-Frankie – ela exclamou assim que conseguiu ver quem era – como você cresceu.
-É verdade – ele se gabou – já sou um rapaz.
-Um rapaz que ainda não aprendeu a arrumar o chapéu – ela se agachou e arrumou o chapéu dele depositando um beijinho em sua bochecha logo em seguida – seus pais estão ai?
-Não – ele disse se sentando em uma das poltronas – eles estão viajando.
-Hum – Demi lamentou – é uma pena, estou com saudades deles.
-Você voltou pra sempre? – ele perguntou.
-Acho que sim – Demi sorriu e ele sorriu mais ainda.
-E por que você não volta a ser minha babá e vai morar com a gente? – ele disse empolgado – minha nova babá é legal mas eu prefiro você, ela não sabe nem o que é brigadeiro.
Eles riram juntos.
-Não é assim tão fácil, Frankie – ela explicou – mas olha, você pode ir me visitar sempre que quiser, minha irmã iria adorar te conhecer, ela tem quase a sua idade.
-É mesmo? – ele perguntou interessado – ela bonita igual a você?
-Ela é mais bonita que eu.
-MESMO? – ele se espantou.
-Uhum – Demi fez uma cara séria – mas você é meu marido, então pode parando com esse sorrisinho aí.
-Que sorrisinho? – ele tentou disfarçar mas os dois começaram a rir.
-Ei, princesa – Nick apareceu abraçando Miley por trás, Joe entrou no camarote logo em seguida.
-Ah, você tá aí – ele disse pra Frankie, enquanto Nick e Miley se agarravam em um canto – por isso que eu não gosto de te trazer sem os nossos pais, você não pode sumir assim.
-O Nick sabia onde eu tava – Frankie se defendeu – ele disse que era pra eu vir pra cá porque a Demi estaria aqui, eu achei que ele estivesse mentindo, mas vim mesmo assim.
Joe não prestava a atenção em uma só palavra que Frankie dizia, ele encarava Demi com cara de bobo, bem que Miley havia dito que ele agiria desse jeito.
Demi se sentiu desconfortável e tentou puxar o short mais para baixo, mas ele ainda olhava, até que uma voz insuportavelmente fina preencheu o lugar.
-Amor!
-Ah, não – Frankie se afundou na poltrona e cruzou os braços.
Ashley deu um selinho em Joe, ele tentou se esquivar mas ela praticamente o agarrou, era estranho pra ele fazer isso na frente de Demi.
-Oi, Nick – Ashley sorriu e foi até ele o abraçando – ei, Miley – elas se abraçaram também de um jeito formal demais.
Ela caminhou até Frankie e apertou sua bochecha, em seguida olhou pra Demi.
-Oi – Ashley disse tentando parecer simpática – quem é você?
-Uma amiga minha – Miley se meteu.
-Ah, sim – Ashley sorriu – qual é o seu nome?
-De… – Demi começou a dizer.
-Denise – Joe a interrompeu.
-O mesmo nome da sua mãe – Ashley concluiu.
-Pois é – ele sorriu sem jeito.
-Que palhaçada é essa? – Frankie perguntou revoltado – porque a Demi não pode ser chamada de Demi na frente da Ashley?
-FRANKLIN – Nick, Miley e Joe gritaram ao mesmo tempo.
-Ela é a tal Demi então, Joseph? – Ashley perguntou com raiva.
-Ela é uma amiga, Ash – ele respondeu.
-Ah, é, e por que você me chama de Demi as vezes?
-Porque eu fui babá do Frankie e morei com eles por um tempo, eu e o Joe nos tornamos muito amigos, como irmãos – Demi fez uma careta – então, quando eu tive que ir embora a gente sofreu muito, a gente sentiu muita falta um do outro, mas agora eu estou aqui e ele não vai mais te chamar assim, e pode ficar tranquila, eu não estou interessada em ocupar o seu lugar na vida dele, quer dizer, isso seria estranho, ele é realmente só um amigo.
-É isso mesmo, Joseph? – Ashley perguntou desconfiada.
-Cla-claro que é – ele disse ainda bem tenso, Miley e Nick se contorciam pra não rir.
Ashley parece ter engolido toda aquela história, ela apenas se sentou em uma poltrona que estava mais afastada e ficou mexendo no celular, Joe foi até a mesa pegar uma água pra tentar se acalmar, e Demi voltou a conversar com Frankie.
-Agora, olhando as duas assim, uma do lado da outra – Miley disse zombando – você ainda acha que fez um bom negócio? Sério, essa menina tem o corpo no formato de uma lasanha de microondas.
Nick e Joe soltaram uma gargalhada.
-Eu sei que eu fiz besteira, tá – Joe respondeu um pouco mais calmo agora – a Demi é incrível, ela é perfeita, e a Ashley, bem, ela é legal e não merece que eu tenha que pensar em outra pra conseguir ao menos beijá-la.
-Ei, meninos – um rapaz chamou na porta – vamos descer, o show começa em 10 minutos.
Nick deu um selinho em Miley e abraçou Demi, saindo da sala logo em seguida, Joe apenas depositou um beijinho na testa de Ashley e olhou pra Demi agradecendo.
-Bom show – Demi disse e o surpreendeu com um abraço, ele correspondeu com intensidade, mostrando o quanto sentia falta daquilo.
-Obrigado – ele disse e ela sabia que ele não estava agradecendo só àquilo.