domingo, 18 de novembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 21


Capítulo 21

-Como você está? – Nick perguntou corado.
-Be…bem – Miley ainda gaguejava – e você?
-Também – ele sorriu e os dois ficaram se encarando por um tempo – então, Demi – Nick falava ainda olhando para Miley.
-Eu to aqui, Nick – Demi disse sorrindo.
-É, claro – ele limpou a garganta – eu vim atrás do Joe, vocês demoraram.
-Então, a gente pegou um engarrafamento tenso na avenida principal, mas o Joe já foi em direção aos elevadores – Demi explicou – Nick – ela chamou, mas ele encarava Miley – eu acho que eu vou comprar aquele unicórnio roxo voador que está ali na cantina.
-Tudo bem, tem dinheiro ai? – Nick perguntou e Miley caiu na gargalhada.
-Você se deu conta do que ela falou? – Miley perguntou.
-Você falou alguma coisa, Demi? – ele perguntou se virando pra ela.
-Olha, ele ainda lembra o meu nome – Demi disse sarcástica – qual é o seu problema, Jerry?
-Vai começar? – Nick perguntou rindo.
-Wow – Miley disse – quando eu te chamava de Jerry você não ria, quase me batia.
-Eu ainda odeio – ele explicou – mas quem resiste ao sorriso da Demi? – Miley engoliu seco, e abaixou o olhar – bem, já que o Joe subiu, eu vou lá – ele se virou pra Demi – 10º andar, sala 1004 – se virou pra Miley – até, Miley, se cuida – ela sorriu em resposta.
-Nossa, com qual Jonas você está? – Miley perguntou séria.
-Como assim? – Demi fez uma cara confusa.
-Bem, o Joe te olha de um jeito que só falta gritar “ei, Demi, eu te amo” – Miley sacudiu os braços – e o Nick te deixa chama-lo de Jerry e fala do seu sorriso desse jeito, e – Miley começou a cochichar.
-Ah – Demi fez uma cara engraçada, ela havia percebido só agora que “Niley” ainda existia – o Nick é só meu amigo, um grande amigo – ela puxou na memória as vezes que Nick havia falado de Miley e sorriu – ele me conta tudo – ela chegou mais perto e cochichou – você não perdeu seu lugar na vida dele – deu uma piscadinha.
Miley involuntariamente sorriu, sorriu ao lembrar de tudo que ela e Nick haviam passado, sorriu a lembrar do sorriso dele, ela apenas olhou para Demi e disse:
-Gostei de você.
-É, também gostei de você – Demi respondeu simpática, mas logo ficou séria – mas você fica assustadora com ciúmes.
-Ei, eu não estava com ciúmes – Miley se defendeu.
-Nick – Demi disse e Miley ficou séria olhando pra ela, pálida como uma cera, Demi gargalhou – nossa, só o nome dele causa um estrago em você.
-Sem graça – Miley disse sorrindo – não gosto mais de você.
-Vai fazer alguma coisa agora? – Demi perguntou.
-Hm, não – Miley disse com cara de tédio – meu empresário me deu um bolo.
-E eu tenho que esperar a reunião dos Jonas – Demi fitava as mãos, depois levantou o olhar para Miley – que tal uma ida ao Starbucks com a garota que você odeia?
-Me parece uma ótima ideia – elas riram e saíram da gravadora.
Demi e Miley agiam como se fossem amigas há anos, elas riam e faziam piadas de tudo, as vezes uma menininha simpática aparecia para tirar fotos com Miley, Demi achava incrível o modo como ela tratava os fãs e a simpatia dela.
Ao perceber que o papo entre elas ia longe e que as duas já estavam intimas, Demi resolveu avisar que estava ali.
-Joseph – Paul chamou sua atenção – guarda esse celular, por favor.
-Desculpa, pai, é só um segundo – Joe se desculpou e abriu a mensagem que acabara de receber.
“Ei, estou no Starbucks com a Miley a duas quadras daí, só pra avisar, a gente seve demorar aqui, se você quiser aparecer aqui com o Nick depois, ou, se ainda for demorar muito ai, eu pego um táxi, sem problema. Beijos, Demi.   P.S.: peguei seu numero com a Miley, espero que não se importe. Xoxo”
Ele digitou uma resposta e voltou a prestar a atenção na reunião.
“Sei onde é, já estamos acabando aqui, daqui a pouco estou ai com o Nick, ele vai surtar, haha. Dá pra você esquecer esse papo de táxi, você está comigo. Beijos, Dem, até daqui a pouco”

Everything Has Changed - Capítulo 20


Capítulo 20

-Algum problema? – Joe perguntou percebendo que ela estava nervosa, ele batucava no volante no ritmo da musica que estavam ouvindo.
-Odeio ficar parada – Demi disse séria e ele sorriu fraco – odeio engarrafamentos.
-É,realmente não é a melhor coisa do mundo – Joe disse.
-Por que você está estranho? – Demi perguntou encarando-o pela primeira vez desde que entrara naquele carro.
-Eu não to estranho – ele respondeu.
-Olha pra mim, Joseph – Demi ordenou e ele virou pra ela – desculpa, tá, eu não fui ajudar o Nick com uma musica, a gente foi gravar uma musica minha – Demi disse essa ultima parte em sussurro – eu não deixei você ir porque eu ainda não me sinto a vontade de cantar na sua frente.
-O que o Nick tem que eu não tenho? – Joe perguntou com uma expressão triste.
-É ciúmes então? – Demi perguntou rindo internamente.
-Claro que não, Demetria – Joe respondeu sem paciência.
-Se você começar com isso, a nossa conversa acaba aqui – Demi disse com raiva.
-Desculpa – Joe andou um pouco com o carro e parou de novo – é ciúmes sim – ele disse baixo – ele sempre esteve perto de você, sempre te faz rir, vocês tem piadas internas e estão sempre de segredinhos, e eu sou uma anta, sempre te afasto, mesmo sem querer.
Demi ficou surpresa, Joe estava sendo sincero, ela via que ele não sabia lhe dar com o amor, como Nick havia dito, Joe nunca tinha se apaixonado antes, ele não sabia o que fazer, e como Demi tinha personalidade forte, ela sempre batia de frente com ele.
-Ei – Demi segurou o rosto dele delicadamente forçando-o a olha-la – o que eu sinto por você não tem nada a ver com o que eu sinto pelo Nick, ele é meu amigo, eu nunca teria nada além de uma amizade com ele.
-E o que eu sou pra você? – Joe perguntou depois de andar mais alguns centímetros com o carro.
-Eu ainda não sei – Demi fitou o chão, Joe havia sido sincero, ela também teria que ser – eu só sei que quando eu to com você, é como se nada mais importasse, nem as nossas brigas idiotas – eles soltaram um riso fraco – eu penso em você o tempo todo, eu me pego sorrindo do nada quando algo me faz lembrar você, as vezes eu sinto o seu cheiro sem você estar por perto, eu fico nervosa quando estou do seu lado, não era para essas discussões tolas me afetarem, mas elas me magoam de verdade, porque tudo que eu quero, é estar com você numa boa, mesmo como amigos – ela finalmente olhou pra ele – eu quero estar com você, Joe, não importa como.
Um lágrima escorreu de seu rosto, ambos sabiam do que precisavam e em segundos já não existia espaço entre eles, o longo beijo foi interrompido pelas buzinas do lado de fora, que os trouxeram para a realidade, Joe andou um bom pedaço com o carro dessa vez, o engarrafamento havia sido causado por um pequeno acidente na avenida principal, mas quando eles passaram pelo local do ocorrido, o fluxo já seguia livremente, eles apenas se olharam e sorriram, como seria a partir de agora? Demi se perguntava, ela apenas levantou a mão e fez um leve carinho na nuca de Joseph, não importava o amanhã, ela havia aprendido que em relação a eles, era só ali, só o agora.
-Chegamos – Joe desceu do carro e abriu a porta pra Demi que agradeceu com um sorriso – minha segunda casa, sua futura casa.
-Se Deus quiser – Demi disse com os olhinhos brilhando – meu Deus, isso aqui é muito grande – ela disse assim que eles passaram pela imensa porta da gravadora, Demi não sabia pra onde olhar.
-Acredite, você terá todo tempo do mundo pra conhecer tudo isso aqui.
-Meu empresário já chegou? – uma garota perguntou a recepcionista.
-É isso ai, essas estrelinhas saem da Disney e ficam cheias de marra – Joe afinou a voz – “meu empresário já chegou?”
-Joe – a menina saiu correndo e pulou no pescoço dele.
-E aí? – Joe perguntou pondo a garota no chão – como você tá?
-Cansada – ela respondeu e se virou pra Demi que estava parada encarando ela – ér, oi?!
-Oi – Demi disse baixo.
-Ah, essa é a Demi – Joe disse despreocupado – Dems, essa é a…
-Miley Cyrus – Demi interrompeu Joe – eu sei – ela abriu um sorriso – é um prazer imenso te conhecer.
-O prazer é meu – Miley respondeu sorrindo – você é a nova namorada do Joe?
-NÃO – Demi respondeu exatamente ao mesmo tempo em que Joe disse que sim.
-Ih – Miley disse sorrindo – sim ou não.
-Sim – Joe respondeu sorrindo.
-Não, Joseph – Demi respondeu séria – ele não é meu namorado.
-Ah, é, Demetria?! – Joe provocou e Demi olhou brava pra ele – me beijar na cozinha, dizer que não consegue ficar sem mim, falar coisas fofas no carro, isso pode, mas você não quer me assumir, é isso, você tem vergonha de mim – Joe estava implicando, ele sabia que Demi não era sua namorada, mas ele tinha que fazer uma graça na frente de Miley, que a essa hora já ria alto da Demi – quer saber, eu também não quero você – Joe imitou um gay e saiu dali.
-Qual é o problema desse garoto? – Demi perguntou pra si mesma.
-Ele gosta de você – Miley disse sorrindo.
-Eu também gosto muito dele – Demi disse com cara de boba – quer dizer – ela limpou a garganta.
-Demi – Nick chamou – Miley?
-Ni…Ni..Nick – Miley gaguejou e tropeçou no próprio pé.