sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 44


Capítulo 44

-Como eu senti sua falta – Demi finalmente disse depois de longos minutos no colo da irmã.
-Eu também, meu anjo – Dallas respondeu sem parar de acariciar o rosto de Demi – mas me diz, o que tá te deixando assim?
-Eu amo vocês, Dallas, eu AMO a minha família e eu realmente senti muita falta de todos vocês, mas eu cheguei tão perto, tão perto do meu sonho, eu vi de perto o que eu quero fazer e é isso que eu quero para a minha vida – Demi sorriu fraco – eu preciso voltar, eu preciso ficar lá, eu não me sinto – ela fez uma pausa como se estivesse escolhendo as palavras – eu não me sinto em casa aqui, mas ao mesmo tempo eu preciso de vocês, entende?
-E se a gente conversasse com o papai…
-Não, Dallas – Demi a interrompeu – você não entende? Ele nunca foi a favor disso, desde o inicio ele não queria que eu fosse…
-Ele é a favor da nossa felicidade, Demi – dessa vez Dallas a interrompeu, ela se levantou delicadamente forçando a irmã a se sentar de frente pra ela – eu prometo que te ajudo a conversar com ele e com a mamãe, ok?
-Tem certeza? – Demi perguntou receosa.
-Absoluta – Dallas disse – mas você tem que tentar, tem que mostrar que também  é feliz aqui, eles sofreram tanto a sua falta – Demi concordou – vamos esperar a poeira abaixar, ok, eu te prometo que você ainda vai voltar.
-Ok – Demi disse e elas se abraçaram – entra – Demi disse ao ouvir batidas na porta.
-Posso ficar aqui com você? – Madison perguntou e Demi fez um sinal pra ela se aproximar, a menina correu e pulou entre as duas.
-Como eu senti falta disso – Demi disse abraçando Madison – o que eu perdi?
-Sabe o Victor? – Madison disse envergonhada, Demi encarou Dallas.
-NÃO – Demi disse sorrindo – não acredito, Madison!
-Olha o que ele me deu – Madison mostrou um anel.
-Um anel de plástico – Demi disse tentando esconder o deboche – que lindo.
-Não é um anel de plástico qualquer – Dallas respondeu segurando o riso – esse vem de brinde com aquele chiclete que deixa a língua azul, e garanto que ele nem te deu o chiclete, né, Madison.
-Ah, vocês são muito idiotas – Madison disse rindo – eu achei fofo.
-Juízo, Madison – Demi disse encarando a irmã, enquanto atendia o celular – Joe.
-AWN, JOE – Dallas debochou – QUE ROMANTICO.
-Cala a boca – Demi gritou.
-Demi? – Joe perguntou do outro lado da linha – ta tudo bem?
-JOOOOOOOOOOE – Madison gritou e começou a rir.
-Tá, parece que você não é o único que tem o direito de ter irmãos idiotas – Demi respondeu e Joe riu, ela encarou as meninas para elas saírem do quarto e elas logo entenderam.
-Já sinto muito a sua falta – Joe disse baixo – na verdade, todos sentem, a casa está meio vazia.
-Eu vou voltar, Joe – Demi disse – só preciso convencer o meu pai, mas eu prometi, eu vou voltar.
-Eu vou te esperar, Dems.
-Querida – Dianna disse enquanto entrava no quarto da filha.
-Só um minuto, Joe – Demi disse e encarou sua mãe.
-Venha passar um tempo com seus pais, estávamos com saudades – ela sorriu ao falar.
-Tudo bem, mãe, um minuto – Demi mostrou o celular e Dianna concordou saindo do quarto – Joe, eu vou ter que desligar, a gente se fala depois, ok?
-Tudo bem – ele disse triste.
-Eu te amo – Demi disse podendo sentir as lágrimas se formando, tentou engolir o nó em sua garganta.
-Eu também te amo, Dems.
Ela respirou fundo, foi até o banheiro, lavou o rosto e desceu, todos estavam na sala assistindo TV, Demi sorriu, “como nos velhos tempos”.
-Como nos velhos tempos – Eddie disse ecoando os pensamentos da filha – vem, é o seu programa de TV favorito.
Demi sorriu e se sentou entre seus pais, se aconchegando nos braços de seu pai, ali sim, ali ela estava realmente protegida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário