segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 15


Capítulo 15

-Bom, então você é o famoso Alex – Nick disse sorrindo de lado, enquanto secava os cachos.
-Sim – Alex respondeu – não tão famoso igual a você, mas – eles sorriram.
-E esse é o Joseph – Demi disse por uma questão de educação.
-Prazer – Alex estendeu a mão e Joe ignorou, saindo dali.
-Bem, eu vou deixar vocês sozinhos – Nick disse e saiu.
-Que saudade – Alex deu um abraço apertado em Demi, e eles ficaram assim por um bom tempo – você não vai acreditar.
-O que? – Demi deu um sorriso grande esperando a novidade.
-Adoro esse sorriso – Alex disse fazendo carinho no rosto de Demi, ele se aproximou e sussurrou no ouvido dela – consegui assinar um excelente contrato.
-SÉRIO? – Demi gritou sorrindo mais ainda – NÃO ACREDITO – ela pulou no colo dele gargalhando – a gente precisa comemorar.
-Como? – Alex perguntou – você não tá trabalhando?
-Hoje é o meu dia de folga – Demi explicou – a gente podia ir jantar.
-Ótima ideia – Alex respondeu.
-Eu vou lá tomar um banho e me arrumar – Demi puxou Alex pra dentro de casa, Nick e Joe estavam espojados no sofá – Nick, eu vou sair pra jantar com o Alex, atura ele por um segundo enquanto eu me arrumo?
-Sabemos que não será apenas por um segundo – Nick disse para Alex e eles sorriram – tudo bem, vai lá.
Alex se sentou no sofá, ao lado de Joe, e Nick sentou logo em seguida.
-Futebol americano? – Alex perguntou tentando quebrar um pouco o silencio.
-Não, rugby – Nick respondeu.
-Nossa, não entendo nada desses esportes – Alex sorriu sem vontade.
-Percebe-se – Joe disse irritado.
Se fez mais um longo silencio.
-Você e a Demi voltaram? – Nick quis saber.
-Não sei se a gente chegou a terminar – Alex respondeu sorrindo – quer dizer, eu e a Demi nos amamos muito, mesmo que a gente termine, nós temos uma amizade que supera qualquer coisa.
-É, eu sei – Nick respondeu – ela te ama muito – Joe se afundou no sofá.
Outro silencio, dessa vez bem mais longo que o primeiro.
-Pronto – Demi disse sorrindo assim que terminou de descer as escadas.
-Wow – Joe disse involuntariamente, Demi percebeu e sorriu corada pra ele, Joe paralisou, Demi havia sorrido pra ele.
-Você está linda – Alex disse segurando Demi pela cintura e dando um beijo na bochecha dela – vamos?
-Claro – eles deram as mãos – beijos, Nick, tchau…Joe- agora ela havia chamado ele de Joe, isso estava estranho.
-Eu não conheço nada por aqui – Alex disse enquanto dirigia pelas ruas de Los Angeles – você conhece algum lugar?
-Hm, não – Demi percebeu que quase não saia, toda folga ela passava estudando – mas eu tenho uma solução.
Demi fez com que Alex estacionasse o carro próximo a uma pracinha que tinha a algumas quadras da casa dos Jonas, se lembrou que tinha um número de uma pizzaria no celular, eles pediram duas pizzas e um refrigerante.
-Nossa, que romântico – Alex debochou.
-Que? Eu to achando lindo e confortável – Demi disse enquanto batia as formigas que insistiam em subir nela – mas me conta, onde é a agencia?
-Então, Demi – Alex disse meio triste – por isso que eu vim até aqui…
-ENTÃO A AGENCIA É AQUI? – Demi perguntou sorrindo.
-Não, pequena, eu vim até aqui me despedir de você direito – Alex sentiu os olhos lacrimejarem - é em Paris.
Demi o encarou, ela não podia acreditar que ele estava indo de vez, ela o amava, assim que pensou isso a imagem de Joe veio a sua cabeça, espera, quem ela amava? Ela estava confusa, muito confusa, mas sabia que seria muito difícil sem Alex, eles sempre tiveram um ao outro, ela não estava pronta para deixa-lo ir.
-E agora? – ela perguntou olhando-o nos olhos.
-A gente deixou tudo pendente – ele disse com lágrimas nos olhos – e eu queria resolver isso porque eu quero o seu bem, Demi, você sabe disso – ela concordou limpando as lágrimas que teimavam em descer – eu te amo, não esquece, eu te amo muito, e eu quero que você seja muito feliz, mas acho que nós dois precisamos nos libertar disso, e eu enxerguei isso agora, enquanto estava longe de você.
-Como assim? – Demi perguntou com a voz falha, devido ao nó que estava em sua garganta.
-Demi, quando a gente se conheceu você tinha quinze anos, e logo a gente se aproximou – Alex sorriu com as memórias que agora tomavam a sua mente – nós sempre fomos melhores amigos, depois namorados, enfim, nós não demos brecha pra que mais nada acontecesse na nossa vida, era só a gente, agora nós temos maturidade pra entender que precisamos viver, e sabemos que sempre estaremos aqui um para o outro.
Demi pensou no que acabara de ouvir, era verdade, ela amava Alex, e ele a amava também, sem duvida, mas eles seriam eternamente amigos, melhores amigos, e ela sabia disso.
-Eu te amo tanto – ela disse se jogando nos braços dele, ele sussurrou um “eu também te amo” e aconchegou a menina em seus braços, assim eles ficaram por um bom tempo, deitados na grama do parquinho olhando para o nada.
-Está entregue – Alex desligou o carro em frente a mansão, Demi voltou a chorar.
-Me liga, tá bem, continua me contando tudo, não me esquece – ela pediu.
-Nunca, princesa – ele desceu do carro e abriu a porta pra ela – você é minha pequena, eu não vou te deixar, nunca.
Eles se abraçaram, um abraço longo, muito longo.
-Eu acho que isso é um adeus – Alex disse e Demi sorriu, era a parte de uma música dela, uma música antiga, a primeira que ela havia mostrado pra ele, era incrível como ele guardava cada momento que tinha passado com ela.
-One, two, three, goodbye – Demi cantarolou baixo em meio ao choro.
-Se cuida, viu – Alex pediu encostando a testa na testa dela – eu te amo.
-Eu também te amo muito – ela respondeu e ele deu um beijo no rosto dela.

2 comentários:

  1. Oi, você tinha pedido pra comentar quem lia, enfim, eu leio :) só não comento pq leio pelo celular, então... Gosto muito :)

    ResponderExcluir
  2. Ok (: Vou postar mais um agora, ainda tem muitas reviravoltas na estória ...

    ResponderExcluir